Gerente de Posto: Quais as funções?

AdilsonGestão, LiderançaDeixe um Comentário

Gerente de Posto: Quais as funções?

A gerência de um posto de gasolina exige uma série de habilidades e qualidades únicas.

Trata-se de uma das profissões mais dinâmicas, uma vez que o gerente lida diretamente não apenas com a equipe de colaboradores, mas também com o dono do posto, com as finanças e com a organização da loja de conveniência.

Descubra quais são as principais funções de um gerente de posto de combustíveis e como esse profissional lida com cada uma delas.

Separamos um apanhado geral com detalhes sobre essa profissão tão importante para a administração e organização de um estabelecimento comercial.

Quais as funções de um gerente?

As principais funções de um gerente estão relacionadas com quatro grandes áreas: equipe, dono do posto, finanças e lojas de conveniência.

Sim, o gerente é responsável por cuidar de cada um desses setores, dialogando sempre com todas as partes, pensando estratégias e implementando mudanças dentro da empresa.

Por esses e outros motivos o cargo de gestor é considerado um dos mais multifuncionais do mercado.

Apenas profissionais qualificados, com experiência técnica e uma boa bagagem de conhecimento devem ser considerados para um cargo de tamanha importância.

As funções desempenhadas são várias e os compromissos são grandes.

Muitas decisões dos gestores são de alto risco, como investimentos, cortes em mão de obra, redução de custos, compra de equipamentos e até mesmo a expansão do negócio. Tudo isso passa pelo gestor do posto.

Com a equipe

Todo posto de gasolina conta com uma equipe de colaboradores, formada por profissionais responsáveis por diversos setores.

Cabe ao gestor fazer com que os trabalhos aconteçam de forma sincronizada, sem desvios de informações e sem conflitos internos.

O gestor atua como um verdadeiro líder dentro do posto, inspirando e orientando os colaboradores no dia a dia.

Uma das funções do gestor de posto de combustíveis é criar uma equipe coesa, voltada para o sucesso do empreendimento.

Equipes funcionam muito melhor quando são orientadas de perto por uma autoridade que demonstra empatia, capacidade de ouvir, de ajudar e de propor mudanças úteis.

O gestor não é autoritário, ele consegue explorar o melhor de cada um dos colaboradores através de uma postura de liderança.

Com o dono do posto

O contato do gestor com o dono do posto é fundamental. Na verdade, o dono espera do gestor um trabalho de qualidade e feedback constante.

Trata-se de um cargo de confiança, através do qual o dono delega uma série de poderes e atribuições, como cuidar das equipes, das finanças e de outros setores da empresa.

O gerente deve ser o braço direito que fornece apoio ao proprietário

Através do feedback o gestor é capaz de demonstrar ao empreendedor dono do posto que as estratégias implementadas estão surtindo o efeito esperado.

Quando surgirem deficiências e obstáculos, essas informações devem ser repassadas ao dono, para que juntos tomem decisões importantes que vão impactar o negócio.

Com as finanças

Apesar de contar com profissionais que se dedicam exclusivamente com as finanças do posto de gasolina, o gestor deve estar sempre de olho nos números e balanços empresariais.

A saúde financeira do empreendimento depende do êxito das estratégias implementadas pelo gestor.

E uma das melhores maneiras de saber se as estratégias estão funcionando é abrir o cofre para verificar quanto de dinheiro está entrando.

Na parte financeira, o gestor deve analisar os custos operacionais do posto, considerando todas as despesas.

O lucro é resultado da diferença entre tudo que entrou pelo que foi gasto – despesas fixas e variáveis.

É fundamental que o gestor realize comparativos com períodos anteriores, acompanhando a evolução da receita da empresa.

A partir dos resultados, cabe ao gestor repensar suas estratégias, mantendo aquelas que estão funcionando e implementando novas.

Com as lojas de conveniência

Sabia que o gestor também atua diretamente com a loja de conveniência do posto de gasolina?

Atualmente é mais do que comum que os postos invistam em espaços para atenção aos consumidores, as tradicionais lojas de conveniência.

Elas demandam uma atenção especial, uma vez que os produtos comercializados são completamente distintos do carro chefe do posto – os combustíveis.

É responsabilidade do gestor administrar e gerenciar as lojas de conveniência, conferindo os ganhos, a receita, cuidando do pessoal que atua nesse departamento e muito mais.

Do mesmo modo, o gerente também pode cuidar do relacionamento e da comunicação com os funcionários e com os clientes, atentando-se às questões que determinam o bom funcionamento da loja.

Funções junto ao posto

O gerente deve cuidar para que todos os processos ocorram de forma eficiente, através de treinamento de equipes, contratações de mão de obra, além das outras gestões.

Deve estar sempre atento além dos serviços oferecidos, à garantia do bom andamento do trabalho e ao bom atendimento ao público, que em qualquer problema de maior gravidade, busca diretamente a figura do gerente para resolver.

Visando sempre o cumprir todos os objetivos e metas definidos, trabalhando contra o tempo para manter sempre planos de ação como modo de contenção de erros no processo.

Como você pode ver, são muitas as funções de um gestor de posto de gasolina. Por isso essa é uma das profissões mais valorizadas do mercado.

O nível de responsabilidade é alto. Um bom gestor deve ser sempre dinâmico, extremamente profissional e dedicado ao sucesso do negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *